Paulah Gauss participa todas as segundas, quintas e sextas das 11h às 13h no Programa Paulo Lopes da Rádio Capital 1040am ou pela internet: www.capital1040.com

sábado, 4 de maio de 2013

Reflexão

Quase dois meses sem dar o ar da minha graça por aqui...peço desculpas!
As redes sociais vão tomando conta do nosso tempo e eu decididamente precisei diminuir as horas investidas no computador!
Mas hoje, aqui estou, sentindo muita vontade de escrever para vocês!
Quero fazer uma espécie de homenagem a todas as pessoas que possuem personalidade forte suficiente para não se preocuparem com o que os outros acham. Pessoas que agem de acordo com os seus valores, seus sentimentos e suas vontades.
Tenho pensado muito nessa realidade de celulares inteligentes e tenho observado que grande parte das pessoas passa a viver num universo a parte, tendo uma grande necessidade de compartilhar com o mundo todos os momentos, pessoas, cores e sabores, esquecendo de saborear e experimentar o seu  momento presente.
É mais ou menos aquela história dos caras que foram ver o quadro da Monalisa e fizeram questão de tirar tantas fotos, que só viram mesmo a obra no retrato...
E a minha pergunta é: Será que é possível equilibrar todas as maravilhas da modernidade com sensibilidade, afetividade e criatividade? Vamos pensar...começando por nós!
Beijosss e bons sonhos!

quarta-feira, 13 de março de 2013


Relexão do dia

Eu tenho achado este mundo bastante estranho. Não sei se é porque deveria ter acabado e não acabou, não sei se é a modernidade virtual e a facilidade de se conectar com qualquer lugar do mundo em segundos ou se o ser humano está mesmo "involuindo"...
Não quero parecer "a politicamente correta", mesmo porque a palavra política hoje em dia é igual os piores palavrões e nos traz à lembrança seres abomináveis..., mas estou realmente chocada com a falta de educação, de gentileza, de sensibilidade e de respeito que as pessoas estão tendo umas com as outras. Fico espantada por saber que tanta gente usa remédios para dormir e para acordar, que muitos se drogam loucamente para preencher vazios, que tantos vivem numa busca artificial de algo que nem sabem o que é...
As mulheres não se valorizam ou sentem-se inseguras quando buscam uma postura mais rígida com medo de perderem o pretendente (namorados, paquera, ficante, marido, "peguete") ou de serem trocadas.
Os homens estão perdidos. Alguns se consideram reis por terem tantas ofertas a qualquer hora do dia (e de graça), outros desenvolvem TOC, viram metro-sexuais e se tornam seres bem estranhos e ainda existem aqueles que começam a querer vivenciar novas experiências e se tornam  "flex" (com namoradas de dia e namorados na madrugada).
Sem falar na palavra honestidade. Existe uma grande dificuldade de ser honesto consigo mesmo, de enfrentar medos e inquietações, de estar só, de ler mais e de refletir sobre sua própria vida. Quantas pessoas você conhece quem tem verdadeiro pavor de se deparar com a própria verdade? Assim, uns vivem enganando os outros e a superficialidade reina como rainha.

sexta-feira, 8 de março de 2013

Hoje é o nosso dia!!!

Desejo que todas as mulheres do mundo se valorizem mais e sejam mais valorizadas!
Que todas busquem a delicadeza aliada à força e à coragem!
Viva este dia! Feliz Dia Internacional das Mulheres!!!!

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

O que você está fazendo com o que Deus te deu?

Na semana passada, eu tive que comentar sobre o caso do pára-atleta Oscar Pistorius, que assumiu ter matado sua namorada Reeva Steenkamp, com tiros de pistola 9mm.
A primeira coisa que me veio à mente foi: o que este homem fez com o que Deus lhe deu?
Até o assassinato, Oscar era reverenciado e considerado o "herói da superação". Foi exemplo para milhares e milhares de pessoas que certamente se emocionaram ao presenciarem suas vitórias, seus treinos, suas dificuldades e que principalmente se inspiraram com a vontade que ele possuía de vencer suas limitações físicas!
Nada disso foi suficiente. Ele não tinha inteligência emocional, ele não estava com o coração preparado para ser um vencedor.
Não se trata de um deficiente físico, e sim de um deficiente emocional, que ao invés de se alimentar com toda a graça que recebeu do Divino, preferiu viver do alimento mundano composto pelo trio que pode ser letal: paixão, sexo é ciúme.
Ele tirou a vida de uma jovem, modelo, linda, que tinha uma vida inteira pela frente.
Ele tirou sua própria vida.
Ambos fizeram más escolhas.

sábado, 9 de fevereiro de 2013


Não sei amar pela metade, não sei viver de mentiras, não sei voar com os pés no chão.
Clarice Lispector

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

show de ontem

Show delicioso ontem no Piove!!!
Obrigada aos meus amigos e fãs pela presença!
Agora, estou me preparando para alguns merecidos dias de descanso...
Mandarei notícias!
Super beijos à todos!